Soulé Preguiçoso

Printer-friendly versionPrinter-friendly versionSend by emailSend by email

Era uma vez um rapaz que se chamava Soulé e vivia com a sua mãe numa aldeia remota. Eram muito pobres e a velha mulher ganhava a vida tecendo, mas Soulé era tão preguiçoso que não fazia nada a não ser brincar o dia todo. Por isso lhe chamavam Soulé Preguiçoso. A mãe não conseguia que ele lhe fizesse nada e, um dia, por fim, disse-lhe que se não começasse a trabalhar para comer, o mandaria embora de casa.
Assim, Soulé foi procurar e arranjou trabalho no dia seguinte numa quinta vizinha por dez cêntimos. Nunca antes tinha tido dinheiro e quando voltava para casa perdeu-o ao passar sobre um riacho.
"Rapaz tonto" disse a mãe, "devias tê-lo posto dentro do teu bolso."
"Da próxima vez faço isso, mãe" respondeu Soulé.
No dia seguinte, Soulé foi novamente trabalhar para um criador de vacas e que lhe deu um pequeno pote de leite pelo seu dia de trabalho. Soulé pegou no pote e colocou-o dentro do seu grande bolso, como a mãe lhe tinha dito. Muito antes de chegar a casa já o leite se tinha derramado todo.
"Que tolice”, disse a velha mulher; "devias tê-lo trazido à cabeça."
"Da próxima vez faço isso, mãe" respondeu Soulé.
De novo, no dia seguinte, Soulé arranjou trabalho num agricultor que lhe deu uma taça de milho. À noite, quando voltou para casa, Soulé levou a taça de milho à cabeça. Quando chegou a casa, a taça estava vazia porque o milho tinha sido todo comido pelos pássaros que voavam em torno da sua cabeça.
"Que burrice," disse a mãe, "devias tê-la trazido com muito cuidado nas tuas mãos."
"Da próxima vez faço isso, mãe" respondeu Soulé.
No dia seguinte, Soulé Preguiçoso saiu novamente e foi trabalhar num padeiro que lhe ofereceu um pequeno cachorro. Soulé começou por levá-lo com muito cuidado nas mãos, mas o cão mordeu-o tanto que teve de o largar. Quando chegou a casa a mãe disse-lhe:
"Que rapaz idiota, devias ter-lhe atado uma corda ao pescoço e arrastado atrás de ti."
"Da próxima vez faço isso, mãe" respondeu Soulé.
E mais uma vez no dia seguinte, Soulé foi trabalhar num talho e recebeu um grande pedaço de carne. Soulé pegou na carne, atou-lhe uma

Language:

Download ANDROID app: 
Download AUDIO: 

File types:

Facebook Comments Box

Public Domain Mark 1.0
This @dc:type-name, @dc:title, by @cc:attributionName, is free of known copyright restrictions.

Tell Us A Story !

Files must be less than 8 MB.
Allowed file types: mp3 wav wma.
Leave blank to use trimmed value of full text as the summary.
Description of story
Type your name here
Type Your Email Here
Upload a replacement picture for your story
Files must be less than 64 MB.
Allowed file types: png gif jpg jpeg.
CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Image CAPTCHA
Enter the characters shown in the image.

Vertical Tabs