O Menino Órfão que Foi para Lagos: Page 3 of 6

Printer-friendly versionPrinter-friendly versionSend by emailSend by email

fosse levado para dentro da casa e que dessem a ele o jantar. Desde então, Ejila permaneceu na casa para fazer o que sabia para a cozinheira.
O pequeno Ejila teria vivido muito feliz na casa dessa boa família se não fosse pela cozinheira mal-humorada chamada Amebor. Ela costumava dizer:
"Você é meu subordinado; então, fique esperto; limpe toda a cozinha, ou—" e ela então sacudia uma grande colher na direção dele. Finalmente, os maus-tratos a Ejila chegaram aos ouvidos de Sade, a filha do Sr. Balogun, que disse à cozinheira que ela seria demitida se não tratasse Ejila de maneira mais gentil.
O comportamento da cozinheira melhorou um pouco; mas Ejila tinha outro problema para superar, além desse. Seu quarto estava cheio de camundongos e ratos. Quando uma pessoa deu a Ejila alguns trocados pela limpeza de seus sapatos, ele pensou em comprar um gato. No dia seguinte, ele foi até o mercado e viu alguns gatos em uma gaiola.
“Eu quero comprar um gato. Mas ele sabe caçar ratos?”, perguntou.
“Eu não vendo gatos que não saibam caçar ratos”, respondeu irritado o dono da loja.
Ejila comprou uma gata e a escondeu debaixo de sua cama, sempre tirando parte do seu jantar para dar para ela todas as noites; em pouco tempo, ele não tinha mais problemas com os ratos e camundongos, e podia dormir profundamente todas as noites.

Logo depois disso, seu patrão estava enviando mercadorias para vender no estrangeiro. Era costume na casa que todos os seus empregados também tivessem a chance de se tornarem ricos. Então, ele os chamou à sala de estar e perguntou o que eles enviariam.
Todos eles tinham algo no qual desejavam investir, exceto o pobre Ejila, que não tinha dinheiro ou posses, e, portanto, não poderia enviar nada. Por causa disso, ele não foi à sala de estar com os outros; no entanto, a Senhorita Sade adivinhou o motivo e deu ordens para que ele fosse chamado. Então, ela disse:
"Eu vou dar dinheiro por ele, do meu próprio bolso;" seu pai, entretanto, disse a ela: "Isso não serve; deve ser algo dele mesmo."
Quando o pobre Ejila ouviu isso, ele disse: "Não tenho nada além de uma gata que comprei há algum tempo, no

Language:

Download ANDROID app: 
Download AUDIO: 

File types:

Facebook Comments Box

Public Domain Mark 1.0
This @dc:type-name, @dc:title, by @cc:attributionName, is free of known copyright restrictions.

Tell Us A Story !

Files must be less than 8 MB.
Allowed file types: mp3 wav wma.
Leave blank to use trimmed value of full text as the summary.
Description of story
Type your name here
Type Your Email Here
Upload a replacement picture for your story
Files must be less than 64 MB.
Allowed file types: png gif jpg jpeg.
CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Image CAPTCHA
Enter the characters shown in the image.

Vertical Tabs